Projeto de lei quer proibir a utilização de celular em sala de aula

 Projeto de lei quer proibir a utilização de celular em sala de aula

Uma pesquisa divulgada pela London School Of Economics revela que na Inglaterra, alunos de escolas que adotaram a prática melhoraram em 14% suas notas em exames nacionais.

????????????????????????????????????

Deputado Ângelo Almeida

Vedar a utilização de aparelho celular nos estabelecimentos de ensino do Estado durante o horário das aulas. Essa é a proposta do Projeto de Lei 22.954/2018, apresentado pelo deputado estadual Angelo Almeida (PSB), na Assembléia Legislativa da Bahia. A medida só contempla uma exceção para o uso dos aparelhos por alunos, em sala: a sinalização dos professores de que os dispositivos, pontualmente, façam parte do desenvolvimento de atividades pedagógicas.

Cada vez mais comum, a manipulação do celular está entre os inúmeros percalços enfrentados atualmente nos estabelecimentos de ensino. Os aparelhos de smartphones são utilizados pelos alunos, no curso das aulas, por diversas razões, como para atender a uma ligação, fazer uso de aplicativos de mensagem e redes sociais, além de jogos. Países como a França já adotaram a medida.

Uma pesquisa divulgada pela London School Of Economics revela que na Inglaterra, alunos de escolas que adotaram a prática melhoraram em 14% suas notas em exames nacionais. No Brasil, cerca de 20 estados também já aprovaram leis com propostas semelhantes.

Para o parlamentar, o uso de telefones celulares em sala de aula, além de prejudicar o aprendizado de quem o utiliza, interfere nas atividades da classe, na medida em que retira ou dificulta a concentração dos demais alunos. Igualmente, pode repercutir no desempenho dos professores, que, não raras as vezes, têm que paralisar a aula para chamar a atenção do aluno. “Por certo não há qualquer prejuízo para que os alunos, de modo temporário e momentâneo, quando estiverem em sala de aula, sejam impedidos de fazer uso dos aparelhos de telefone celular, completa.

O Colégio Estadual General Sampaio, em Feira de Santana – (BA), faz uso da medida que proíbe aparelhos celulares dentro da sala de aula. É uma norma imposta pela própria escola, pois acredita que a prática indevida prejudica o desenvolvimento pedagógico do aluno. No meu ponto de vista, as pessoas usando o celular dentro da sala de aula incomoda os professores, como também o restante dos alunos, porque acaba tirando a nossa concentração”, relatou a aluna do segundo ano do ensino médio, Moyzellen Santana Silva.

As informações são do Calila Noticias

Comments

Comentários no Facebook

shared on wplocker.com