Ex-prefeito no PI compara crimes com sucessor: ‘Não roubei o tanto que esse aí’

Ex-prefeito no PI compara crimes com sucessor: ‘Não roubei o tanto que esse aí’

Foto: Reprodução/ UOL

 

O ex-prefeito de Cocal, no Piauí, José Maria Monção, roubou a cena ao falar de seus crimes durante a convenção do MDB na cidade, nesse domingo (6). Ele disse que não roubou tanto quanto o atual prefeito, Rubens Vieira (PSDB).

“Acima de tudo, acho que nós temos que mudar o Cocal. Não é que o Cocal também seja o fim do mundo, mas com essa administração todos padecem. Eu fui prefeito três vezes, eu sei o sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não. Esse é descarado, está afundando o Cocal”, disse o político.

Ao longo do discurso, ele admitiu que “até pode ter tirado alguma coisa dos pobres”. “A verdade é que ninguém pode ser tão sincero. Se eu fui preso, tem um motivo. Mas político que rouba, rouba pra dar pro povo. É difícil o cara roubar pra si. Esse daí não, roubou pra ele”, criticou.

Segundo o Blog do Fausto Macedo, no Estadão, Monção foi preso na Operação Harpia, deflagrada pela Polícia Federal em 2009 para apurar desvios em verbas da educação. Com esse histórico, o político agora pede votos para o candidato do MDB, o médico Cristiano Brito.

 

As informações são do Bahia Noticias

Comments

Comentários no Facebook

shared on wplocker.com