Terapeuta sensação na internet é denunciado por estupro

Terapeuta sensação na internet é denunciado por estupro

Denúncia do MP de São Paulo foi aceita pela Justiça paulista

Foto: Reprodução
A Justiça de São Paulo aceitou, no dia 6 de outubro, denúncia do Ministério Público daquele estado que acusa o terapeuta transpessoal Tadashi Kadomoto por estupro de vulnerável. As informações são do canal Globonews.
De acordo com o MP, os abusos teriam sido cometidos durante o período de sete anos e aconteciam em um treinamento usado pelo Instituto Tadashi Kadomoto, em Itatiaia (RJ), no Rio de Janeiro, na clínica de Tadashi em Campinas (SP) e em um hotel na cidade de São Paulo.
Ele passa a responder por cinco estupros de vulnerável e por lesão corporal grave pelos danos psiquiátricos contra uma vítima. Outras mulheres apresentaram mensagens de cunho sexual, mas não conseguiram registrar a denúncia porque o crime prescreveu.
Kadomoto tem 1,5 milhão de seguidores no Instagram, por onde leva mensagens de auto-conhecimento e atividades de meditação. Há quase 30 anos ele oferece treinamento comportamental e cursos que usam hipnose, meditação, regressão e relaxamento.
A defesa do guru se manifestou em nota para o canal e informou que não recebeu nenhuma denúncia formal até o momento. Kadomoto se pronuciou em sua conta no Instagram. Ele reforçou o que disse a defesa e anunciou que iria se afastar de suas atividades até os esclarecimentos dos fatos.
“Ao longo da história, já vimos muitas reputações e famílias destruídas por acusações que depois se mostraram injustas. Por isso, estou à disposição das autoridades para os esclarecimentos necessários”, disse o guru.
* Atualizada com o depoimento de Tadashi Kadomoto nas redes sociais

As informações são do Varela Noticias

Comments

Comentários no Facebook

shared on wplocker.com