Capim Grosso:  Filho reencontra mãe depois de 35 anos

Capim Grosso:  Filho reencontra mãe depois de 35 anos

O Jornal Transamérica com Arnaldo Silva, recebeu na segunda-feira, 22 de Abril, o jovem Michael Lima da Cruz, roubado quando tinha um ano e nove meses aproximadamente por um casal que passou pelo restaurante, onde a sua mãe trabalhava em Capim Grosso. “Isso foi no ano de 1985”, revelou Michael, que carregou durante todo esse tempo tinha como sonho conhecer sua mãe Eleni, que trabalha em casa de família em Salvador, mas bastante conhecida em Capim Grosso, onde morou durante anos. “Todos os dias eu lembrava da minha mãe”, colocou o jovem que já é pai de um garoto de nove anos. “Tenho um filho de nove anos e que eu amo muito”, disse o jovem, que atua na função de moto taxista na cidade de Picos no Piauí, onde vive até hoje. “Picos é uma boa cidade, tem oportunidades de trabalho e foi lá que eu cresci depois de ter sido roubado aqui em Capim Grosso”, colocou Michael revelando ainda que a mulher que lhe roubou o abandonou. “A mulher que me roubou me abandou e foi morar em outra cidade; na verdade quem me criou foi a mãe dela, que eu a tenho como sendo de fato a minha avó”, disse Michael.

A matéria feita por Raí Júnior, do RiachãoNet, foi a porta de entrada desse novo momento que Michael está vivendo, depois de encontrar sua mãe aqui em Capim Grosso, logo após descer do ônibus, no ponto de apoio conhecido como RRSilva. “Antes de descer do ônibus eu vi a minha mãe”, revelou Michael, que chegou a esquecer do filho de tanta emoção que o momento proporcionou na sua vida. “Estou muito feliz por reencontrar a minha mãe; a felicidade é tanta que eu vou ficar aqui em Capim Grosso, até o dia dias mães, dia esse que eu terei a oportunidade de abraça-la e dizer o quanto a amo”, disse Michael, que lembrou ainda para o público ouvinte que esse será de fato o seu primeiro dia das mães. “Esse será o meu primeiro dia das mães, dia esse que eu quero ficar o tempo todo ao lado da minha mãe”, contou Michael emocionado.

Quem também colaborou diretamente com o encontro entre Michael e sua mãe Eleni, foi o Jornal Transamérica com Arnaldo Silva, que ao receber a matéria através de Josa de Amor, escrita por Raí Júnior, as informações foram ampliadas através do programa, bem como através do REPORTERBAHIA, com grande participação das redes sociais, extensiva ainda a outros sites, blogs e emissoras de rádio da região. “A minha mãe ficou sabendo através de pessoas aqui da cidade, que ouviu falar na rádio sobre a minha história”, contou Michael.

O mesmo contou ainda que as primeiras pessoas que ele conversou da família, foi com sua irmã Patrícia e sua tia Julita. “Elas foram as primeiras pessoas da família, com quem eu conversei”, disse Michael, que também teve a oportunidade de conhecer seu pai, bem como outros membros da família. “Conheci também meu pai, o que me deixou ainda mais feliz; ele é conhecido pelo apelido de Boré. Agora vou fazer o teste de DNA para a comprovação de que realmente eu sou filho de Eleni e Boré, o que vai me conceder o direito de colocar os sobrenomes de meus pais em meus documentos”, disse Michael. Perguntando se ele pretende mudar seu nome, ele disse que não; apenas deseja contar com os sobrenomes de seus pais”, revelou o jovem que disse ainda ter gostado muito de Capim Grosso. “Gostei muito da cidade, por sinal já rodei muito de bicicleta, já fiz amizade com muita gente, por sinal estou indo jogar bola com uma turma na Arena Capim Society, com participações até mesmo em jogos em Jacobina”, contou feliz da vida todos esses relatos, o jovem Michael, que depois de 35 anos, Deus lhe concedeu a grande oportunidade de reencontrar seus pais, já que a mulher dizia que ele não tinha mais seus pais. “Eu cresci ouvindo ela dizer isso para mim”, disse Michael, que agradece muito a sua avó pela forma como ele foi criado, mas desde pequeno ele ouvia pessoas próximas dizerem que ele não era filho da mulher que lhe roubou, até o dia que ele ouviu um vizinho comentar: “Você é filho de Capim Grosso, cidade que fica na Bahia”, revelou Michael, que a partir daí passou a procurar por sua mãe, até reencontrá-la no dia de maior felicidade na sua vida.

O Jornal Transamérica com Arnaldo Silva, agradece a participação de Michael no programa, bem como agradece a atenção de sua mãe, em encontro registrado no dia 20 de Abril, na Avenida Luís Eduardo Magalhães, nas proximidades da casa do ex-vereador Manezão. Na oportunidade, dona Eleni revelou que tinha encontrado seu filho, por sinal com grande contribuição do jornalismo da Transamérica Hits, através do nosso programa de notícias.

Para a minha pessoa como profissional do rádio há cerca de 20 anos, foi um dos mais belos presentes que a profissão já me concedeu diante de muitas conquistas e vitórias ao longo desse período fazendo rádio, em Capim Grosso, Jacobina, dentre outras localidades, na verdade, o encontro de mãe e filho ressoou como sendo um lindo presente de Páscoa!

Texto e foto: Arnaldo Silva, DRT – 2805/BA.

As informações  são  do  repórter  Bahia

Da  redação  capimgrosso.com.br

Comments

Comentários no Facebook

shared on wplocker.com