Luizinho Sobral suplente de deputado estadual visita Capim Grosso em encontro com membros da oposição

Luizinho Sobral suplente de deputado estadual visita Capim Grosso em encontro com membros da oposição

Visitou na ultima quinta-feira, 01 de Agosto, a cidade de Capim Grosso, o suplente de deputado estadual pelo PODEMOS, Luizinho Sobral.

Nas eleições de 2018, o ex-prefeito de Irecê foi candidato ao cargo de Deputado Estadual, obtendo 46.162 votos totalizados, correspondente a 0,66% dos votos válidos, mas não foi eleito, ficando na suplência.

No encontro conforme foto, aparece na imagem enviada ao REPORTERBAHIA: Josa Vilas Boas, ex-vereador e articulador político de várias campanhas, Zé Pezão, do Povoado de Caiçara, o advogado Dagnaldo Oliveira, Zé Bileu, Titininho, candidato ao cargo de vice-prefeito, na eleição de 2016, dentre outros.

Em 2016, numa eleição composta por quatro candidaturas, a chapa da oposição, que teve Itamar Rios, no primeiro momento como candidato, por fim, o nome de Andreia Andrade, obteve 44,02%, ou seja, 7.380 votos, deixando a oposição mais uma vez do lado de fora do poder e de realizar o sonho de voltar a administrar Capim Grosso, fato registrado na 2ª eleição municipal em 1989, na disputa entre Dr. Florigil, candidato apoiado pelo ex-prefeito Cesiano Carlos do Nascimento, hoje participante do grupo da prefeita Lydia e Dr. Pinheiro, dono de três mandatos no município, com registro de outras vitórias envolvendo Paulo Ferreira. A prefeita Lydia Pinheiro, PSD, vencedora do pleito obteve 54,16%, ou seja, 9.081 votos.

No encontro entre Luizinho Sobral e membros da oposição, conversas sobre as eleições de 2020, as articulações da oposição para consolidar na escolha de uma chapa que possa desbancar o grupo da prefeita; conversas sobre o futuro político de Luizinho Sobral, que segundo relatos vive a possibilidade de assumir o cargo de deputado, na qualidade de suplente, bem como a renovação de compromissos entre aqueles que votaram no ex-prefeito de Irecê.

Em conversa com Andreia Andrade, do Podemos, o REPORTERBAHIA perguntou se a mesma seria hoje uma pré-candidata a prefeita de Capim Grosso. “Está sendo formada uma conjuntura política dentro do bloco de oposição e meu nome está nesse meio; agora não posso dizer que serei candidata ou não, o processo que está sendo trabalhado é quem vai responder”, disse Andreia.

Além de Andreia Andrade, a oposição de Capim Grosso trabalha ainda os nomes de Mizael, que estaria deixando o MDB, para se filiar ao DEM, do prefeito ACM Neto; Marcone Novais, que chegou a ser presidente da Câmara de Vereadores, Titininho, com citação ainda para Jamilton Rios, que também ocupou a cadeira de presidente do Legislativo de Capim Grosso, mas o ex-vereador se apresenta como candidato independente. “Em votar no grupo da prefeita e no grupo da oposição, eu prefiro votar em mim mesmo”, disse o mesmo em entrevista ao Jornal Transamérica com Arnaldo Silva.

Pelo bloco da situação, o nome que vem sendo ventilado é da prefeita Lydia, que chegou a dizer em entrevista que se a eleição fosse hoje ela seria sim candidata à reeleição. Sivaldo Rios, que seria o nome mais próximo para substituir a prefeita, disse em entrevista ao Jornal Transamérica com Arnaldo Silva, que ele apoia também o nome da prefeita.

Texto: Arnaldo Silva, DRT – 2805/BA – Foto: Enviada por Dra. Andreia Andrade.

Com informações Reporter Bahia

Da redação capimgrosso.com.br

Comments

Comentários no Facebook

shared on wplocker.com