Esporte: Torcedor enfarta em jogo do Fluminense e morre; testemunha denuncia descaso Vítima enfartou dentro do estádio do Palmeiras e segundo testemunhas não haviam profissionais de saúde no estádio

Torcedor enfarta em jogo do Fluminense e morre; testemunha

denuncia descaso

0vz4028abv8soes8egcvm2mcm

Vítima enfartou dentro do estádio do Palmeiras e segundo testemunhas não haviam profissionais de saúde no estádio

Flávio Mendes, de 51 anos, viajou para acompanhar a partida entre Fluminense e Palmeiras pela Copa do Brasil

Um torcedor do Fluminense que viajou para acompanhar seu time que disputava uma vaga na final da Copa do Brasil 2015, acabou falecendo na tarde desta quinta-feira. Flávio Mendes, de 51 anos, sofreu um infarto ainda na arquibancada do estádio Allianz Parque, casa do time paulista, ao final da partida e foi encaminhado para Santa Casa de São Paulo.
Segundo informações de torcedores que estavam no estádio no momento do ocorrido, o atendimento demorou a acontecer por parte dos funcionários do estádio. Relatam que os primeiros socorros foram feitos por um médico que estava na arquibancada acompanhando a partida e que nem a polícia militar e nem funcionários do estádio sabiam como agir. Segundo testemunhas, a maca do Corpo de Bombeiros chegou cerca de 30 minutos depois que o torcedor passou mal.
Daniel Anunciação, de 33 anos, estava no estádio e tentou buscar ajuda para o torcedor que passava mal. Ele contou que alguns policiais ironizavam a situação.
“Estávamos saindo da arquibancada quando vimos um senhor sentado e parado visivelmente passando mal. Começou o desespero para encontrar uma forma de ajudar. Alguns policiais ironizaram a situação enquanto outros foram buscar ajuda. Não haviam profissionais de saúde no estádio, os funcionários do Allianz Parque não sabiam o que fazer. Aí que encontraram um torcedor médico que ajudou e fez a reanimação, só depois disso tudo chegou uma maca para transportar ele para fora da arquibancada. O que nos chocou é que no Maracanã tem uma ambulância atrás de um dos gols e lá não tinha nada para um atendimento de emergência”, disse o torcedor.
Procurado o Centro de Operações de São Paulo, informou que só com o nome da vítima não conseguiria achar a ocorrência já que muitas pessoas são socorridas pelo Corpo de Bombeiros. Já o Corpo de Bombeiros de São Paulo, informou que não tem informações da ocorrência. A assessoria do Allianz Parque informa que está apurando o caso.

Fonte/ o dia