Aborto é como contratar “matador de aluguel”, diz papa

Aborto é como contratar “matador de aluguel”, diz papa

Pontífice afirma que “não é humano suprimir a vida inocente em seu desabrochar”

 

 

por Cris Beloni

Papa Francisco. (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira, o papa Francisco fez um novo apelo contra a interrupção da gravidez. Ele afirmou que realizar um aborto é como contratar um “sicário”, termo que significa matador de aluguel.

A observação foi feita durante a audiência geral semanal do líder da Igreja Católica, celebrada na Praça São Pedro, no Vaticano. Segundo o papa, a “supressão da vida humana no ventre materno em nome da salvaguarda de outros direitos é uma abordagem contraditória”.

 

Enquanto isso, em harmonia com o discurso do papa, cresce o número de protestoscontra a descriminalização do aborto no Brasil.

Na última marcha realizada em São Paulo, os manifestantes leram um manifesto que foi divulgado nas mídias sociais, onde enfatiza que “a vida está acima de quaisquer bens econômicos e constitui-se no primeiro direito a ser preservado”.

 

“Como pode ser terapêutico, civil ou simplesmente humano um ato que suprime a vida inocente em seu desabrochar?”, questionou o papa.

“Eu lhes pergunto: é justo tirar uma vida humana para resolver um problema? É como contratar um sicário”, disse. O Papa ainda acrescentou que “a violência e a recusa da vida nascem do medo”.

“Pensemos, por exemplo, em quando se descobre que uma vida nascente é portadora de deficiências. Os pais, nesses casos dramáticos, precisam de verdadeira solidariedade para enfrentar a realidade superando medos compreensíveis. Em vez disso, no entanto, recebem apressados conselhos para interromper a gravidez”, finalizou.

Com informações Gospel Prime