Desafio que induz jovens ao suicídio se esconde em vídeos infantis, alertam escolas inglesas

Desafio que induz jovens ao suicídio se esconde em vídeos infantis, alertam escolas inglesas

Os desafios incluíam desde vazar o gás de cozinha até tomar comprimidos sem contar para os pais

Por Heleno Farias

 

Escolas no Reino Unido estão alertando pais que o desafio da boneca Momo — no qual jovens são induzidos a praticar atividades violentas e de automutilação — está sendo inserido em vídeos de YouTube relativos ao desenho animado Peppa Pig e ao jogo de videogame Fortnite. O desafio tem por objetivo induzir crianças e jovens em mídias sociais a adicionar um contato no Whatsapp ou jogos online e trocar conteúdos com desconhecidos. Assim como as escolas, autoridades manifestaram preocupação sobre o desafio, dizendo que ele pode ser usado por criminosos online para divulgar informações dos jovens. Nesta semana, escolas no Reino Unido começaram a publicar advertências em suas plataformas de comunicação, dizendo que foram contatados por pais preocupados com seus filhos.

De acordo com as escolas, os pequenos vídeos contendo a boneca ‘Momo’, representada por uma mulher com olhos esbugalhados, aparecem no meio de outros conteúdos vistos no Youtube e direcionados para crianças — como episódios do desenho animado Peppa Pig e partidas do jogo de videogame Fortnite. De acordo com os avisos, o mesmo acontece em vídeos da plataforma YouTube Kids, focado no público infantil.

 

Na terça-feira, a Haslingden Primary School, escola próxima à cidade inglesa de Blackburn, afirmou em um post no Facebook que estava sendo “cada vez mais alertada sobre vídeos inapropriados circulando on-line e vistos por alunos da escola.” A instituição explicou que um dos vídeos “começa inocentemente, como é o começo de um episódio de Peppa Pig”, mas que rapidamente se torna “uma versão violenta e com linguagem ofensiva”.

Ainda de acordo com a escola, outro dos vídeos continha a boneca Momo “envolta em uma máscara branca” induzindo crianças a realizar tarefas que colocavam a vida em risco — o que incluía desde vazar o gás de cozinha até tomar comprimidos sem contar para os pais. “Como podem imaginar, isso é muito angustiante para ser visto por crianças. Nós pedimos que prestem atenção quando seus filhos estiveram assistindo vídeos on-line”, afirmou ainda a escola.

Em um post similar no Facebook, a Haslingden Primary School, também no Reino Unido, alertou para os vídeos: “Hoje ouvimos de muitos pais preocupados e alunos sobre o terrível desafio da boneca Momo, que estaria aparecendo em vídeos para crianças no Youtube e causando pânico entre os jovens. Por favor, cheque o que seus filhos estão assistindo on-line”.

 

Seguindo essas reações, o National Online Safety (NOS), um grupo de especialistas em internet que aconselha escolas sobre segurança on-line, publicou uma lista de dicas para que pais possam proteger seus filhos. De acordo com o grupo, estratégias como dizer às crianças que a boneca Momo não é real, conversar com elas sobre comportamento on-line e utilizar controle de conteúdo nos aparelhos são boas saídas.

Com  informações  JM  NOTICIAS