Goleiro da seleção de polo do Brasil medalha de prata no Pan é acusado de assédio sexual

9nl96dnw3z_41u82yqem6_file

Thye Mattos Ventura foi denunciado à polícia do Canadá por garota de 22 anos

 

A polícia canadense revelou, no início da tarde desta sexta-feira, o nome do brasileiro acusado de assédio sexual durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto.

Segundo as autoridades, o envolvido é Thye Mattos Ventura. O atleta é goleiro da seleção de polo aquático do Brasil, que terminou o Pan com a medalha de prata, atrás dos Estados Unidos.

A vítima é uma garota de 22 anos. O caso de assédio aconteceu na casa dela. Não foram divulgados detalhes do que o atleta fez. Entretanto, é sabido que aconteceu na manhã do dia 16. Ela foi na polícia denunciar.

 

Ainda de acordo com a polícia canadense, a vítima sabia que o Thye era jogador de pólo aquático do Brasil. O crime não foi qualificado como estupro, apenas como assédio sexual.

A polícia não deu maiores detalhes do acontecido. Mas disse ter 100% de certeza de que aconteceu o abuso sexual.

Marcus Vinícius Freire, um dos chefes da delegação brasileira que está nos Jogos, comentou o assunto em coletiva.

“Não fomos contatados nem pela polícia ou pelo Comitê Organizador. Contatamos nosso advogado que faz parte da delegação e ele contatou um escritório local que é nosso parceiro para ver o que pode ser feito após a coletiva. Também contatamos o consulado brasileiro para ver se terá algo a ser feito”.

Thye Matos não está mais no Canadá. O atleta está em Kazan, na Rússia, para a disputa do Mundial. A polícia pensa em levá-lo de volta ao Canadá para responder as acusações.

Fonte/ r7.com