Jogador do River é internado com inflamação cerebral por gás

entrevero que marcou e suspendeu o clássico entre Boca Juniors e River Plate na Bombonera segue tendo consequências. Neste sábado, o River emitiu comunicado informando que o atacante Sebastián Driussi, de 19 anos, está internado em um hospital de Buenos Aires com um tipo de inflamação cerebral conhecida como encefalite.

Convocado para a seleção sub-20 da Argentina que disputará o Mundial da categoria em junho, o jovem jogador deixou o treino deste sábado alegando fortes dores de cabeça e foi encaminhado para um hospital de Buenos Aires.

De acordo com a agência de notícias Télam, Driussi passou por uma tomografia computada e um encefalograma, além de ter realizado exame de sangue. A princípio, o jogador não é considerado como paciente em estado grave.

 

A situação do jovem atleta é mais um dos efeitos do contato da equipe com a substância tóxica utilizada no túnel do River na quinta-feira, quando os rivais se enfrentaram na casa do Boca.

Segundo a perícia, a substância utilizada seria um composto caseiro chamado mostacero, formado por pimenta caiena, pimenta picante e ácido para fermentação, que pode causar danos graves. A mistura é muito utilizada em rebeliões carcerárias na Argentina.

O ocorrido segue sob investigação da Conmebol e pode culminar na eliminação imediata do Boca Juniors, como prevê parte da imprensa da Argentina. Deste modo, o River Plate estaria automaticamente garantido nas quartas de final da Libertadores , nas quais enfrentaria o Cruzeiro .

Fonte: terra.comdriussiriverbocamarcos-brindiccirt