Bahia: Caso Geovanna: Médica vai responder por homicídio culposo

Bahia: Caso Geovanna: Médica vai responder por homicídio culposo

Médica era a motorista do veículo que colidiu com a moto em que estava a professora

Professora Geovanna e Médica Rute. Foto: Reprodução

 

A médica Rute Nunes Oliveira Queirós, responsável pelo acidente que causou a morte da professora Geovanna Alves Lemos, 41, na Pituba, foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A médica era a motorista do veículo que colidiu com a moto em que estava a professora. Segundo informações dos familiares, Geovanna não costumava usar moto, mas provavelmente estava atrasada para ir ao Sartre, onde ensinaria naquela tarde.
Um inquérito foi encaminhado no início desta semana ao Ministério Público da Bahia (MP-BA). A médica também foi indiciada por lesão corporal culposa, já que o mototaxista ficou ferido no acidente. Um tio de Geovanna contou ao Varela Notícias que a morte da professora havia sido causada pela tentativa de fuga da médica do local do acidente.

Segundo o laudo, as perícias no local do acidente e do carro revelaram que Rute não estava no celular na hora do acidente. Testemunhas ouvidas durante a investigação não informaram que a médica estava usando o aparelho quando houve a colisão. Rute havia sido presa, mas foi libertada após pagar R$ 4 mil de fiança.

Com informações Varela Noticias