Centrais sindicais lideram manifestações na sexta-feira (31); ônibus vão circular

Centrais sindicais lideram manifestações na sexta-feira (31); ônibus vão circular

A data da manifestação é emblemática e foi escolhida por ser dia do golpe militar, 31 de março de 1964


(Foto: Reprodução/APLB-Sindicato)

 

Está marcado para a próxima sexta-feira (31) uma série de manifestações em todo o país contra as reformas trabalhista e da Previdência. Os sindicatos filiados a Central Única dos Trabalhadores (CUT) estão à frente de duas manifestações na capital baiana.

O primeiro ato acontece às 7h, na região do Iguatemi, em frente ao shopping da Bahia. Já a outra manifestação está marcada para às 9h, com um caminhada saindo do Campo da Pólvora até o Forte do Barbalho.

A categoria dos rodoviários apóiam as manifestações, mas não devem aderir à paralisação. No entanto, como forma de protesto, devem rodar com os faróis acesos e trafegar apenas pela faixa da direita da pista. A categoria promete paralisação de 24h no próximo dia 28 de abril.

Já as escolas vão ficar sem aula. Os professores das redes estadual e municipal vão paralisar as atividades e as aulas só devem ser normalizadas na segunda-feira (3).

Os sindicatos dos bancários e dos comerciários informaram que, embora sejam a favor das manifestações, não irão paralisar as atividades ou atrasar os serviços.

As informações são do Varela Noticias