Ciro pede renúncia de Sérgio Moro: “Não tem caráter, é um canalha”

Ciro pede renúncia de Sérgio Moro: “Não tem caráter, é um canalha”

Pedetista esteve em Salvador para palestra na ALBA

Foto: Varela Notícias

 

Em Salvador na última quarta-feira (17) para realizar palestra organizada pelo PDT, partido no qual se candidatou à presidência em 2018, Ciro Gomes fez um balanço do primeiro semestre do governo Bolsonaro. Além dos dados que mostram o investimento em áreas como saúde, segurança, educação e meio ambiente, e os indicadores da economia nesses primeiros seis meses, Ciro também falou da Lava Jato e dos vazamentos de conversas entre o então juiz Sérgio Moro e procuradores da operação divulgados pelo site The Intercept nas últimas semanas.

Para o pedetista, o atual ministro da Justiça e Segurança Pública deve renunciar: “Nenhum país sério do mundo iria admitir que um juiz condene um político e depois ser ministro do politico que ganhou a eleição. Isso é uma imoralidade insuperável. Ele não poderia ser ministro jamais. Ele não tem pudor, não tem compostura. Não tem caráter. Ele é um canalha”, criticou Ciro.

Costumaz crítico da operação, o ex-candidato ainda comentou sobre a importância das notícias que estão vindo à tona, destacando o papel do jornalismo na sociedade: “Os jornalistas não estão cometendo ilegalidade nenhuma. É preciso que todos os brasileiros saibam que está escrito na Constituição, como elemento essencial democracia, a liberdade de imprensa”, afirmou.

Com informações Varela Noticias

 

Da redação capimgrosso.com.br