Coité: STF concede habeas corpus a radialista denunciado por operar clandestinamente rádio comunitária Foto: Divulgaçã

Coité: STF concede habeas corpus a radialista denunciado por operar clandestinamente rádio comunitária

Foto: Divulgação

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu habeas corpus a Marcelo Mascarenhas Costa, denunciado por operar clandestinamente a rádio comunitária Andorinha FM, instalada na zona rural de Bandiaçu, no distrito de Conceição do Coité, região sisaleira da Bahia. Por unanimidade, a Turma aplicou ao caso o princípio da insignificância, levando em conta o fato de o alcance da emissora ser de apenas 500 metros e de não ter sido detectada interferência em outros canais de comunicação. Segundo o relator, ministro Ricardo Lewandowski, há controvérsias em relação ao tema, devido à importância social das rádios comunitárias, sobretudo em locais afastados ou em que não há qualquer meio de comunicação coletivo. De acordo com o Bahia Notícias, Lewandowski defendeu que casos semelhantes sejam resolvidos em esferas administrativas e não na esfera penal. “Nos tempos de internet, Facebook e outros meios de comunicação que têm um larguíssimo alcance, não me parece que seja o caso de enquadrar num processo criminal uma rádio comunitária com alcance de 500 metros, no interior do país, onde não há nenhuma forma de comunicação, onde se presta realmente serviço público”, afirmou. A decisão foi unânime.

As informações são do Noticias de Santaluz