Equipe do Bocão News é agredida em evento da UPB no Vila Galé

Equipe do Bocão News é agredida em evento da UPB no Vila Galé

001

As insatisfações de membros da União dos Municípios da Bahia (UPB) com a má repercussão do evento organizado no mais luxuoso resort do Litoral Norte da Bahia, ostentação paga com dinheiro do contribuinte, respingaram na equipe de reportagem do Bocão News.

A repórter Juliana Nobre e o repórter fotográfico Gilberto Júnior, credenciados com antecedência pelos próprios organizadores para cobrir o evento no empreendimento cinco estrelas, foram barrados, inicialmente, na manhã deste sábado (19) e impedidos de adentrar o espaço reservado ao evento.

Após longa espera, a entrada foi autorizada, mas os repórteres foram escoltados todo o tempo por assessores da UPB. Registros fotográficos e entrevistas com prefeitos foram praticamente proibido e o tempo de permanência foi estipulado em 40 minutos.

Em um determinado momento, ao avistar o prefeito de Ruy Barbosa, José Bonifácio (PT), que é vice-presidente da UPB, a equipe foi impedida de qualquer aproximação com o gestor, que deixou o espaço e foi para um sala reservada. O filho de José Bonifácio, Cleber Dourado, foi preso em julho na operação Águia de Haia, que investiga um esquema de desvio de dinheiro do Fundeb por meio de uma organização criminosa liderada pelo empresário Kells Belarmino Mendes, dono da Ktech Key Technology e da KBM Informática, que utilizava o deputado estadual Carlos Ubaldino (PSD) como intermediário para chegar aos municípios e conseguir contratos.

Após o prazo dado de permanência pelos organizadores, a equipe do Bocão News deixou o Vila Galé, mas as intimidações não cessaram. O fotógrafo foi reprimido por registrar fotos da fachada do Vila Galé por um dos assessores da UPB. Ao deixar o local, o carro em que a equipe se encontrava deixou o local com tapas  e com um dos colaboradores da UPB: “Vão embora, se mandem daqui”. A reportagem tentou entrar em contato com a presidente da UPB, Mária Quitéria, mas a prefeita não foi localizada.

Os gastos com o evento no resort luxuoso, que podem ultrapassar a cifra de R$ 1 milhão, ganhou repercussão nacional. Nesta úlima sexta-feira (18), o jornalista José Simão, famoso pelo quadro “Piada Pronta”, veiculado na Band News FM, citou a incoerência da UPB em bancar quatro dias de evento de pompa em um resort luxuoso do Litoral Norte para discutir a crise que as cidades baianas enfrentam, muitas delas, com a oferta de serviços básicos à população suspensos. Disse Macaco Simão: “Piada Pronta! Prefeito baianos discutiram a crise em hotel de luxo. E lá alguma hora alguém fala: ‘Do jeito que vai, não teremos dinheiro nem para a merenda escolar…. (pausa) Me passa a lagosta, rapaz?!”, ironizou o comediante.

Fonte/ bocão news