Frigorífico inicia abate de jegues em município baiano

Frigorífico inicia abate de jegues em município baiano

IMAGEM_NOTICIA_52

Foto: Reprodução / Jacobina Notícia

Um abatedouro em Miguel Calmon, no Piemonte da Diamantina, deu início ao abate de jegues nesta última segunda-feira (11). De acordo com o Bahia Notícias, a atividade é autorizada pela Secretaria de Agricultura do Estado através da Portaria n° 255, e não prevê a destinação para consumo humano. Para acompanhar o procedimento, quatro veterinários do Estado foram até o frigorífico que fará o abate exclusivo dos equídeos – que incluem jumentos, burros e cavalos – nas segundas-feiras. Conforme a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), a maioria dos animais abatidos é errante, abandonados pelos donos, e a carne será direcionada para locais como zoológicos para alimentar animais de grande porte. Um site local informou que no primeiro dia de abate cerca de 300 animais foram abatidos. Ainda segundo a Adab, o couro dos animais será exportado para a China, como parte do acordo com aquele país que usa a pele do jumento para ser curtido e transformado em produtos como sapatos, bolsas ou similares, além de medicamentos e cosméticos. Segundo a Adab, o abate de jegues, que deve ser feito sem dor, é feito ainda nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul.

Fonte: Redação Notícias  de Santaluz