José Ronaldo é reeleito prefeito de Feira de Santana com mais de 200 mil votos

 José Ronaldo é reeleito prefeito de Feira de Santana com mais de 200 mil votos

Em segundo ficou o deputado estadual Zé neto (PT), seguido de Jhonatas Monteiro.

 110055-3

Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

Com 100% das urnas apuradas (1.073 urnas), o candidato José Ronaldo de Carvalho (DEM) foi reeleito prefeito de Feira de Santana, com 212.408, o que equivale a 71,12%.

Em segundo, ficou o deputado estadual Zé neto (PT), com 46.912 votos (15,71%), seguido do candidato Jhonatas Monteiro (Psol), que obteve 27.503 votos (9,21%).

O candidato Jairo Carneiro (PP) obteve 8.812 votos (2,95 %); Já Ângelo Almeida (PSB) ficou em penúltimo lugar, com 2.763 votos (0,93%). Em último lugar, o candidato Leonardo Pedreira (PCO), com 283 votos (0,09%), segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Biografia

José Ronaldo tem 65 anos, nasceu em Paripiranga, região norte da Bahia, e chegou a Feira de Santana no final de 1969 para cursar o 2º grau, no Colégio Santanópolis. É formado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Antes de ser eleito vereador em 1982, pelo PDS, ocupou cargos importantes, como o de provedor da Santa Casa de Misericórdia de Feira de Santana, entidade mantenedora do Hospital Dom Pedro de Alcântara, e diretor executivo na extinta Surfeira.

Em 1986, venceu as eleições para a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), onde ficou durante três mandatos. Na Alba, foi líder do Governo Paulo Souto. Em 1988 foi eleito deputado federal, pelo PFL, o segundo mais votado da Bahia, com mais de 150 mil votos. Dois anos depois se elegeu prefeito de Feira de Santana pela primeira vez e na sua primeira eleição majoritária. Em 2004, foi reeleito. Ambas as eleições foram decididas em primeiro turno.

Foi presidente da UPB (União dos Prefeitos da Bahia), entidade que reúne a maioria dos chefes do Executivo baiano. Em 2012, voltou a se candidatar a prefeito de Feira de Santana, pelo DEM, e mais uma vez foi vitorioso no primeiro turno.

Tornou-se o segundo político feirense a ocupar o posto por três vezes e eleito democraticamente. Em termos percentuais, obteve a maior vitória eleitoral do Norte e Nordeste, com 66,04% da preferência do eleitorado.

110069-3

Fonte: Acorda Cidade