Médicos do Hospital Estadual da Criança, em Feira, param atividades por atraso em salário

Médicos do Hospital Estadual da Criança, em Feira, param atividades por atraso em salário

Atendimento de urgência e emergência estão mantidos na unidade | Foto: Divulgação

Os médicos do Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana paralisaram as atividades por tempo indeterminado desde a última  quinta-feira (2), por conta do atraso no salário do mês de dezembro, de acordo com o Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed-BA). De acordo com o G1, com a paralisação, estão suspensas consultas ambulatoriais, recebimentos de pacientes transferidos de outras unidades médicas do estado para as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) pediátricas, UTI neonatal, enfermarias e emergência, além de atendimentos não emergenciais no pronto de socorro. O atendimento de urgência e emergência, além da assistência aos pacientes já internados, estão mantidos. Cerca de 150 médicos estão sem receber os vencimentos, conforme o Sindimed. Em nota, o hospital informou que os salários serão depositados “assim que a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) realizar o repasse devido de tal competência”. Procurada pelo G1, a Sesab informou que foi pago em dezembro o valor de R$5.098.000 para a administração da unidade

As informações são do Noticias de Santaluz