Membro da CBF admite procedimento incorreto, mas garante que VR3 não está irregular

 

Membro da CBF admite procedimento incorreto, mas garante que VR3 não está irregular

Diretor de registro e transferência da CBF atestou que o zagueiro do Vitória está regular.

victor-ramos

(Foto: Francisco Galvão/ Divulgação/ EC Vitória)

Nesta segunda-feira (5), a procuradoria do STJD acionou o Vitória e a CBF para prestar esclarecimentos sobre o caso do zagueiro Victor Ramos. Segundo a procuradoria do tribunal, o departamento de registros da CBF e o rubro-negro terão que se manifestar sobre a transferência do atleta.

De acordo com o documento do STJD, o departamento de registros da CBF e o Vitória terão até dois dias para prestar esclarecimentos.

“Diante disso, em juízo preliminar, REQUER a PROCURADORIA seja OFICIADO Departamento de Registros da CBF e o Esporte Clube Vitória da Bahia (BA) para se manifestarem sobre eventual procedimento instaurado pelo Departamento de Integridade da FIFA, a fase que se encontra e se houve alguma decisão, no prazo máximo de 02 (dois) dias”, diz o texto do documento.

Em entrevista ao Globo Esporte, o diretor de registro e transferência da CBF, Reinaldo Buzzoni garantiu que não há irregularidade no registro do zagueiro. Buzzoni reconhece que o procedimento adotado não foi o correto, mas afirmou que a irregularidade só existiria pela falta do ITC, o que segundo ele, não aconteceu.

Fonte/ Varela Noticias