Operação Pista Limpa na Bahia recupera veículo roubado em São Paulo e prende foragido da Justiça goiana

11140390_1120316307992794_7171396412913819136_n

A força tarefa criada para combater a criminalidade no período que antecede ao carnaval da Bahia reuni policiais e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Civil (PC), Departamento de Polícia Técnica (DPT), Polícia Federal (PF) e Receita Federal.

Dentre as principais ações desenvolvidas pelos policiais na noite de ontem (27) destacam-se a prisão de um homicida, foragido da justiça alagoana e um caminhão F4000 roubado em São Paulo que era usado disfarçado com placas clonadas de outro semelhante recuperado enquanto trafegava na BR 116 Sul, conforme detalhes a seguir:

Por volta de 16h43, no KM 429 da BR 116, trecho do município Feira de Santana/BA, os policiais abordaram um veículo com placas gaúchas e ao revistá-lo, verificaram através de consulta ao banco de dados, que o condutor possuía contra si mandado de prisão em aberto por homicídio cometido em abril de 2015, expedido pela Justiça do estado de Alagoas, em novembro do mesmo ano.

O criminoso de 36 anos, foi detido e encaminhado junto com o veículo para a Delegacia de Polícia Civil local.

Na segunda ocorrência, os policiais recuperaram um caminhão Ford/F4000 roubado e com documentação veicular falsa por volta das 17h30 no KM 429 da BR 116, trecho de Feira de Santana/BA.

Os PRFs encontraram sinais de inautenticidade no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), durante a checagem da documentação apresentada pelo condutor, provocando uma fiscalização minuciosa no caminhão. Os policiais descobriram, através dos elementos de identificação e consulta ao banco de dados, que o veículo fora roubado na cidade de Guarulhos/SP desde maio do ano passado (2015) e além disso, utilizava placas “clonadas” de outro veículo semelhante emplacado em Goiânia/GO, cujas verdadeiras placas são KAK 8233 – Guarulhos/SP.

O condutor foi encaminhado com veículo roubado e documento falso para a Delegacia de Polícia Civil local.

Fonte: ASCOM PRF/BA