Prefeitos defendem eleições unificadas; economia seria de R$ 12 bilhões

Prefeitos defendem eleições unificadas; economia seria de R$ 12 bilhões

Marcha de gestores municipais aconteceu nesta segunda-feira (03) no CAB

Foto: reprodução site UPB

 

Durante a 2ª marcha do Movimento Pró Município, organizado pela União dos Municípios da Bahia (UPB), que aconteceu na manhã desta segunda-feira (03), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), a principal pauta defendida pelas mais de 2 mil pessoas, entre prefeitos, vereadores e deputados estaduais e federais, era a unificação da eleições em todo Brasil.

Segundo o presidente da União dos Municípios as Bahia (UPB), vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro, a economia seria o principal motivo para a aprovação da medida.

“O custo de uma eleição municipal está em torno de R$12 bilhões, sendo que 80% desse valor é dinheiro público. Ano passado tivemos eleições e no ano que vem vamos ter de novo. Os municípios encaminharam para as câmaras de vereadores e aprovaram o plano plurianual em 2017 e, agora em 2019, são os estados e a união estão encaminhando e votando seus planos plurianuais, ou seja, os orçamentos não se conversam”, disse Eures.

Ao presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Leal, o grupo entregou a Carta Municipalista que contém outras 10 reivindicações: aumento em 1% do Fundo de Participação dos Municípios – FPM; Cessão Onerosa do Petróleo ; pagamento imediato dos royalties do Petróleo pelo Estado aos Municípios da Bahia; regularização dos repasses atrasados da saúde; regularização dos repasses atrasados da assistência social; comprometimento dos Secretários Estaduais no atendimento aos prefeitos e prefeitas; urgente regulamentação da aplicação homogênea da dosimetria das multas aplicadas aos gestores pelo Tribunal de Contas da União (TCM); nova regulamentação nos recursos das contas pelo TCM; aplicação das Resoluções n. 02/2018 e n. 03/2018; e apoio da Alba para o efetivo cumprimento das pautas municipalistas.

Com informações Varela Noticias

Da redação capimgrosso.com.br