Servidores fecham portões de campus da UFBA e UNEB em protesto contra PEC 241

Servidores fecham portões de campus da UFBA e UNEB em protesto contra PEC 241

Dia que antecede votação na Câmara é pautado por protestos nas principais universidades do estado

uneb

(Foto: Reprodução/ Facebook)

 

A proximidade da votação em 2º turno da PEC 241, que impõe um teto limite aos gastos públicos no período de 20 anos, motivou protestos nos campi da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e Universidade Estadual da Bahia (Uneb) em Salvador, na manhã desta segunda-feira (24).
Servidores da Ufba fecharam os portões do campus de Ondina e exibem faixas e bandeiras em frente à unidade. O ato também faz parte da programação de greve dos técnicos administrativos da universidade que, segundo o jornal Correio, se reunirão em assembleia na terça-feira (25) – data da votação na Câmara, em Brasília –, no campus da Piedade.

Já no campus da Uneb, no bairro do Cabula, os portões fechados são exclusivamente em protesto contra a PEC que já teve seu texto base aprovado no último dia 18 deste mês, segundo relatos de estudantes.

Ainda segundo o Correio, a previsão é de outras instituições, tais como, o Instituto Federal da Bahia (Ifba) e a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), também tenham sua programação de aulas alterada por conta de protestos.

Fonte/ Varela Noticias