Sinal Vermelho: Bahia registra duas primeiras mortes por chikungunya em 2016

Sinal Vermelho: Bahia registra duas primeiras mortes por chikungunya em 2016

A informação é da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), neste sábado (16).

93540-3

Foto: James Gathany/CDC

As duas pessoas que morreram por chikungunya na Bahia, moravam nas cidades de Jaguarari e Itiúba, ambas no norte do estado. A informação é da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), neste sábado (16).

A informação das mortes foi divulgada na sexta-feira (15), em um relatório epidemiológico do Ministério da Saúde. Uma terceira pessoa também foi vítima da doença, só que no estado de Sergipe. O ministério ainda informou que as vítimas eram idosas, com idades entre 75 e 85 anos. Todas apresentavam histórico de doenças crônicas.

Conforme a Sesab, os casos da Bahia tiveram confirmação laboratorial para chikungunya. No mês de outubro de 2015, a Secretaria de Saúde da cidade de Itiúba chegou a considerar que o município passava por um surto de chikungunya e zika vírus já que, em um mês, 65% da cidade estavam com sintomas das doenças. A secretaria da cidade também informou que de agosto até outubro do ano passado (período apontado como surto), foram notificados 300 casos de zika e 175 chikungunya.

Segundo o relatório do Ministério da Saúde, o nordeste ficou em segundo lugar em número de notificações, atrás apenas do sudeste. Foram 311.519 casos notificados na região nordeste e 1.026.226, na região sudeste.

Fonte/ Acorda Cidade