Sou a favor da legalização da maconha, diz Bellintani sobre uso de droga no país

001 (1)

Expressamente contrário à redução da maioridade penal, o secretário de educação de Salvador, Guilherme Bellintani, considerou que o debate sobre o tema é “pouco relevante sob o ponto de vista da efetividade. Isso é uma política estéril. É uma percepção equivocada achar que a medida vai mudar o cenário de violência no país”.

 

Ele alega que os índices de menores que cometem homicídios estão em torno de 1% e que é preciso um debate mais consistente, mais profundo. Por outro lado, Bellintani disse que é preciso discutir a legalização de drogas com pequeno impacto e afirmou “o país é derrotado no combate às drogas”.

“Sou a favor da legalização da maconha. A liberalização da droga não necessariamente estimula o consumo”, declarou, ao ressaltar que os efeitos causados por consumo de bebidas alcoólicas são mais devastadores, por exemplo.

 

“Vamos reduzir a maioridade? Então vamos começar pela redução do consumo de drogas”, feita, segundo ele, em sua maioria pela classe média, que abastece o tráfico de drogas. É um debate razoavelmente conservador. “Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço. É demagogia”, disparou.

Fonte/ bocaonews.com