Tayrone fala sobre lançamento de CD e polêmicas envolvendo sua carreira; veja vídeo

Tayrone fala sobre lançamento de CD e polêmicas envolvendo sua carreira; veja vídeo

Em momento de repaginada na carreira, Tayrone afirma passar por ótima fase

 

Em entrevista ao Varela Notícias, o cantor Tayrone falou sobre o lançamento do seu novo CD “100% Apaixonado”, que acontece na próxima sexta-feira (16), no Armazém Hall, polêmicas que envolvem sua carreira, verão, desafios, mudanças e muito mais. Com quase 13 anos de estrada musical, Tayrone conta como surgiu seu interesse pela música, e o porquê de tanta sofrência presente nas canções.

VN – Tem uma polêmica que envolve a música “Alô Porteiro”, uma das canções que te deu grande projeção no cenário musical. Tem uma cantora de sofrência que andou dando algumas declarações, dizendo que essa música é dela.

 

Tayrone – Nada, jamais! Ela não tem exclusividade dessa música não. Quem tem a exclusividade dessa música é Tayrone, ela tem a liberação, para cantar, para gravar. A música não é minha, mas a exclusividade é minha.

VN – Enquanto dirigia para o trabalho hoje, ouvi uma música sua: “Homem chora sim”. Pablo tem uma música que diz o contrário, chama-se “Porque homem não chora”. Foi uma espécie de resposta?

Tayrone- Essa música é de um grande amigo lá de Goiânia, que deu esse presente para mim, Edy Britto Samuel, essa música estourada pelo Nordeste. Mas não foi pensando em Pablo não, Pablo é meu amigo. Ele diz que homem não chora, eu digo que chora (risos).

VN – Falando em música nova vamos falar também de CD novo, que vai ter lançamento na sexta-feira (16).

Tayrone – Sim! Vamos lançar sexta-feira (16), no Armazém Hall, nosso novo CD “100% Apaixonado”, cheio de músicas inéditas. Tem a regravação deste CD também “Bipolar”, que eu cantei com Safadão no meu DVD aqui em Salvador, estrutura tremenda, tem um ano de gravação do nosso DVD com Safadão, está muito bonito. Tierry e Seu Maxixe estarão com a gente [no lançamento do CD].

VN – O que podemos esperar dessa gravação?

 

Tayrone – Esperar músicas do nosso novo CD, e música também do nosso DVD, gravado aqui em Salvador. E também fazemos um pot-pourri do nosso primeiro CD, que quando a gente toca a galera fica louca.

VN – Vamos falar de verão! Por onde vocês irão estar no verão, o que vocês estão preparando?

Tayrone – Vamos viajar! Estamos fazendo uma média de 17 shows, estamos agora divulgando no estado de Minas também, indo para o Sul. Em São Paulo a gente já toca, Rio de janeiro também… Vamos dar uma fugidinha, fazer um bate-volta, porque eu adoro o Nordeste, adoro a Bahia. Em 2016 a gente só tocou na Bahia, graças a Deus.

VN – Houve algumas mudanças no formato da banda, entre elas, o seu nome artístico. Por que tirou o “Cigano”, ficando apenas como Tayrone?

Tayrone – Na verdade, a gente veio com tudo novo. Antigamente eu tinha o cabelo grande, estava um pouquinho mais gordo (risos), e agora dei uma repaginada, cortei o cabelo, e deixei só o Tayrone. É difícil ver um cigano com cabelo para cima (risos). Não foi por preconceito, jamais, eu tenho muito orgulho, é uma tradição da minha mãe dos meus pais, que são ciganos.

VN – O CD novo é um dos mais baixados na web. A música de trabalho atual, “Homem chora sim”, tem quase um milhão de visualizações no Youtube. Fala um pouco sobre essa produção.

Tayrone – A gravação do clipe foi aqui em Salvador. Foram quase três dias de gravação. No último dia, ficamos até quase cinco da manhã.

Assista ao vídeo

Fonte/ Varela Noticias