Vereadores saem “na mão” após aprovação do Plano Municipal de Educação

Vereadores saem “na mão” após aprovação do Plano Municipal de Educação

Confusão começou quando Hilton deu um soco em Joceval; Comunista alega que foi chutado por edil

https://youtu.be/VhoUgcnTGlo

O Plano Municipal de Educação (PME) foi aprovado na Câmara de Vereadores na tarde desta terça-feira (14), na Câmara Municipal de Salvador. No entanto, apesar da votação seguir o regimento democrático, vereadores deram mau exemplo de civilidade e saíram “na mão” dentro do Plenário após a votação: Hilton Coelho (PSOL), Joceval Rodrigues (PPS) e Henrique Carballal (PV) trocaram socos e pontapés. Um repórter também foi agredido.

O clima esquentou quando Hilton deu um soco em Joceval. Carballal, então, foi para cima de Hilton. “O vereador Hilton perdeu as estribeiras. Estou assustado com a reação dele. Ele veio para cima de mim, pelas costas. Pelas costas! Ele está descontrolado”, afirmou Joceval. “Para mim é lamentável que uma casa da democracia tenha que passar por isso”, completou Carballal.

Hilton Coelho se defendeu e disse que quem começou as agressões foi Joceval. “Não tentei agredir. Os ativistas estavam ali numa situação de tensão com a polícia. Estão sendo apertados com a polícia. Oposição que na minha leitura foi foi agressiva, poderia ter sido contornada sem violência. O vereador Joceval, covardemente, porque ele é um covarde, deu um chute nas minhas costas. E o vereador Carballal, que ontem deu um soco num ativista aqui, fez o mesmo neste Plenário. Mostrou claramente que não tem decoro aqui.”, afirmou.

Ao deixar o Plenário, Carballal saiu escoltado pela polícia militar. Do lado de fora, oposicionistas protestaram contra o edil – que no dia anterior chegou a dar um soco em um dos manifestantes.

Fonte: Varela Noticias