Corinthians vence Santos, encerra tabu e segue confortável na ponta

622_272abb85-fa9e-3d02-b8f0-3d2ab823a4c1

 

Quase 40ºC e um clima tenso. Tudo o que um clássico pede. Diante do principal algoz na temporada, o Corinthians, enfim, se libertou do tabu de não vencer os principais rivais do estado. Na manhã deste domingo, o clube de Parque São Jorge derrotou o Santos pelo placar de 2 a 0, em Itaquera, triunfou pela primeira vez após dez duelos contra os grandes do estado e manteve a tranquilidade na liderança do Campeonato Brasileiro.

Diante de um tabu incômodo contra o Santos, o Corinthians procurou pressionar e ditou o ritmo da primeira etapa. Com movimentação intensa e variação ofensiva – Jadson, por exemplo, caiu pelos dois lados -, o clube de Parque São Jorge parou apenas na ótima atuação do goleiro Vanderlei. O camisa 1 do Santos realizou pelo menos três defesas difíceis para segurar o time da casa.

O ritmo corintiano caiu na segunda etapa. A temperatura alta e a postura mais paciente do Santos, que procurou administrar mais a posse de bola, tornaram a missão do líder ainda mais complicada. Renato Augusto, com um arremate na trave após falta cobrada por Jadson, foi o responsável pela principal oportunidade de gol da equipe de Tite nos 45min finais.

Quando o placar encaminhava para o 0 a 0, o Corinthians acabou recompensado pela ousadia. Vagner Love sofreu pênalti aos 34min, em lance que gerou reclamações dos santistas – tanto que David Braz acabou expulso. Na cobrança, Jadson deslocou Vanderlei e abriu o marcador.

Lucca, o estreante da manhã, ainda teve um papel decisivo. O meia-atacante puxou contra-ataque e achou Elias. O camisa 7 cruzou para Jadson, que, com tranquilidade, aproveitou escorregão do adversário para finalizar na saída do goleiro santista.

Fonte/ uol