Cristiano Araújo deixou dívidas e não tinha seguro, diz advogada

RTEmagicC_o-cantor-sertanejo-cristiano-araujo-1430924958822_800x1041.jpg-250x161

 

Um mês depois da morte de Cristiano Araújo, a advogada da família, Amelina Morais, vem a público para afirmar que o levantamento do patrimônio do cantor ainda não foi concluído.

De acordo com a advogada, em entrevista ao portal Ego, também será necessário avaliar quanto em dívidas ele deixou. “É um procedimento mais complexo, não só de patrimônio como dívidas, e ainda vamos concluir esse processo”, afirmou.

Ela também negou que o cantor tenha deixado um seguro de R$ 2 milhões conforme chegou a ser noticiado.

Sobre o suposto reconhecimento de paternidade exigido pela recepcionista Sara Nellye – que afirma ser mãe de um filho do sertanejo – a advogada frisou que não irá se pronunciar sobre o assunto. “Não tem nada definido, a gente não teve mais contato com essa pessoa. Houve um primeiro contato, mas tem quase um mês, e depois não tivemos mais retorno e também não fomos atrás. Por isso, não houve uma conversa formal com a família a respeito do exame”, esclareceu.

Após a morte de Cristiano Araújo, dezenas de cantores anteciparam lançamentos que continham a participação do sertanejo, porém, por parte da família o único projeto oficial que será lançado – ainda sem data definida – é um CD póstumo com cerca de dez músicas compostas e gravadas por Cristiano, inclusive a canção “Balada Prime”, que ele cantou em seu último show, em Itumbiara (GO), poucas horas antes de morrer em um acidente de carro no dia 24 de junho junto com sua namorada, a estudante Allana Moraes.

Fonte/adelsoncarvalho.com