Moro diz que fuzilamento em carro no Rio foi “incidente”: “Esses fatos podem acontecer”

Moro diz que fuzilamento em carro no Rio foi “incidente”: “Esses fatos podem acontecer”

Ação do Exército resultou na morte de um músico, que estava no veículo com a família

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, comentou o fuzilamento de um carro por militares do Exército, no Rio de Janeiro. A ação resultou na morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos, que estava no carro com a família. Em entrevista a Pedro Bial, durante o programa conversa com Bial, Moro disse que este tipo de situação “pode acontecer”.

“Lamentavelmente esses fatos podem acontecer. Se treina essas pessoas para que isso não aconteça, mas, tendo acontecido, o que conta é o que as autoridades fazem a respeito e quais são as providências tomadas”, disse.

Ele ainda chamou o fato de “incidente bastante trágico”. “Tem que apurar e os fatos vão ser esclarecidos. Se houve ali incidente injustificável, em qualquer espécie, o que aparentemente foi o caso, as pessoas têm que ser punidas”, afirmou.

As  informações  são   do  varela  noticias

 

Da  redação  capimgrosso.com.br