Polícia Federal indicia presidente do Bradesco por corrupção ativa

Polícia Federal indicia presidente do Bradesco por corrupção ativa

Mais nove pessoas foram citadas no relatório, sendo que duas também são do Bradesco

luiz-trabuco-550x320
A Polícia Federal entregou mais um relatório da Operação Zelotes [que investiga a venda de sentenças do Carf] ao Ministério Público Federal nesta terça-feira (31), citando o presidente do Bradesco, Luiz Trabuco e mais nove.

Trabuco é acusado de corrupção ativa. Os demais indicados responderão sobre o mesmo crime e ainda corrupção passiva, tráfico de influência, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Além de Trabuco, a PF indiciou outros dois executivos do Bradesco: um dos diretores vice-presidentes, Domingos Figueiredo de Abreu, e o diretor gerente e de relações com investidores Luiz Carlos Angelotti. Os demais indiciados seriam ligados ao Carf e ao escritório de consultoria.

Fonte: Varela Noticias