PRF Divulga Balanço da Operação Semana Santa 2017.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) finalizou, às 23h59 de domingo (16), a

Operação Semana Santa 2017, iniciada em 13/04. A Bahia recebeu o reforço

de policiais vindos dos estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte,

Distrito Federal, Tocantins, Alagoas, Roraima e Sergipe. Além do incremento

com servidores remanejados no âmbito da SRPRF.

A fiscalização foi intensificada nos trechos mais críticos das rodovias

baianas, esforço que resultou no aumento de 21,66% no número de veículos

abordados.

Foi registrado aumento acentuado nas condutas que mais comprometem a

segurança viária, como o uso de álcool ao volante, as ultrapassagens proibidas

e o excesso de velocidade. Em 2016, a Operação Semana Santa submeteu

3.161 motoristas ao teste de etilômetro e flagrou 77 condutores dirigindo sob

efeito do álcool. Neste ano foram 4.749 testes e 92 resultados positivos,

aumento de 19,48%.

Já com relação às ultrapassagens em locais proibidos, manobras

responsáveis pelo maior número de mortes em rodovias, o crescimento foi de

72,49%, ou seja, o número de motoristas flagrados com esse comportamento

quase dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior.

Com relação à velocidade, os radares dispostos ao longo das rodovias

flagraram 3.100 veículos transitando em excesso de velocidade, aumento de

30,3%.

OCORRÊNCIAS

Fatores como a imprudência, a inabilidade, a falta de cuidado e o

desrespeito às Leis de Trânsito dos condutores, foram determinantes para a

ocorrência de 67 acidentes, 17 foram considerados graves, aqueles em que há

pelo menos um ferido grave ou uma pessoa morta. No período, 9 pessoas

morreram.

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

Associada ao trabalho de fiscalização, a PRF dedicou uma parcela dos

policiais envolvidos na operação para a educação para o trânsito. Com o

auxílio do ônibus multimissão, os policias apresentaram aos condutores que

eram submetidos à fiscalização vídeos educativos de curta duração com

orientações sobre a importância da adoção de uma postura defensiva no

trânsito. A quantidade de pessoas sensibilizadas por essas ações saiu de 2.326

em 2016 para 3.511 neste ano.

CRIMINALIDADE

Paralelamente à fiscalização de trânsito, a PRF desenvolveu o combate

à criminalidade, inibindo ações delituosas contra os usuários das rodovias. Em

todo o estado, os policiais prenderam 26 pessoas por crimes diversos e

recuperam 4 veículos roubados, o que representou um aumento de 100% em

relação a 2016.

INFRAÇÕES

Apesar de todo o trabalho educativo, a PRF ainda flagrou e autuou

diversos condutores irresponsáveis ou agindo com imprudência. Do total de

10.487 veículos fiscalizados, 11.472 pessoas foram abordadas, 3.100 imagens

de radar capturadas por veículos em excesso de velocidade. Destacam-se

ainda 1.154 por ultrapassagens proibidas, 280 por não usar cinto de segurança, 44 por transportar criança em veículo automotor sem observância

das normas de segurança e 53 por conduzir motocicleta, motoneta ou

ciclomotor sem usar capacete de segurança.

ALCOOLEMIA

PRF X Embriaguez no Trânsito – Lei Seca: A PRF intensificou a

fiscalização quanto ao uso de bebida alcoólica na direção de veículos

automotores. Apesar de todo este trabalho e das campanhas realizadas, alguns

condutores ainda abusaram da bebida. Este ano, durante a Operação Semana

Santa, dos 4.749 testes com etilômetro, 92 condutores foram notificados por

dirigirem alcoolizados, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Dos

flagrados, nove condutores foram encaminhados à Delegacia de Polícia

Judiciária por crime de embriaguez no trânsito (artigos 165 e 306 do CTB, além

da lei 11.705/2008 e Lei 12.760/2012).

Missão da Polícia Rodoviária Federal
GARANTIR SEGURANÇA COM CIDADANIA NAS RODOVIAS FEDERAIS E
NAS ÁREAS DE INTERESSE DA UNIÃO

Da redação do CG

Informações NUCOM – PRF/BA