Programa Farmácia Popular pode chegar ao fim por conta de falta de repasse

farmacia-popular-74

O programa Farmácia Popular, que ajuda quem não tem condições de pagar tratamentos de saúde através de descontos de até 90% em medicamentos, pode chegar ao fim. Isso porque a proposta orçamentária para 2016 encaminhada para o Congresso prevê repasse zero para a ação, que neste ano receberá R$ 578 milhões. De acordo com o Varela Notícias, o programa foi criado em 2006 para a compra de remédios contra colesterol, Parkinson, diabetes, glaucoma e osteoporose, além de anticoncepcional. Apenas as 460 unidades próprias do governo, que distribuem remédios de graça e são insuficientes para a demanda nacional, serão mantidas. Até 2015, o total destinado à saúde era equivalente ao que foi desembolsado no ano anterior, mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB), isto é, R$ 103,7 bilhões. Agora, o governo terá de reservar 13,5% das receitas correntes líquidas, ou seja, R$ 100,2 bilhões.
Fonte/ brumado noticias Foto: Agência Brasil