Lixão do Povoado do Pereira causa transtornos para moradores

Lixão do Povoado do Pereira causa transtornos para moradores

O REPORTERBAHIA, obteve informações que o lixão do Povoado do Pereira, município de Santa Luz, entrou em chamas mais uma vez. O fato foi registrado na terça-feira, 20 de novembro, em meio a visita da prefeita do município, a senhora Quitéria de Júnior, PSD, que esteve na citada localidade para participar de um velório. A pessoa que manteve contato com a nossa redação, não soube informar se atearam fogo como forma de protesto por conta dos problemas que o lixão vem provocando na vida dos moradores, em decorrência da visita da gestora, ou se foi mais um ato de irresponsabilidade de algum desavisado que precisa conhecer a lei: QUEIMAR LIXO É CRIME: Queimar lixo doméstico é crime. A Lei de Crimes Ambientais, nº 9.605 de 1998, em seu artigo 54, descreve o crime de poluição, que consiste no ato de causar poluição, de qualquer forma, que coloque em risco a saúde humana ou segurança dos animais ou destrua a flora. “A população do Povoado do Pereira não aguenta mais conviver com essa situação”, descreveu a fonte.

Ainda sobre o problema, foi informado também a respeito de uma criança que estaria internada há dias por conta de atitudes como essa registrada na terça-feira, quando o fogo tomou conta do povoado. “Segundo informações, um terreno estaria sendo comprado, ou já foi comprado distante do povoado para transferir o lixão”, informou.

O maior número de lixões se encontra respectivamente nas regiões Nordeste, seguida da Norte, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Já os aterros controlados, principalmente no Sudeste, no Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Norte, de acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), no Diagnóstico de Manejo de Resíduos Sólidos – 2015, divulgado pelo Ministério das Cidades. O prazo oficial para encerramento dos lixões era 2014 e foi postergado, no Congresso, pelo Senado, para acontecer de forma escalonada até 2021…e encontra-se em tramitação na Câmara. Este é o quadro atual hoje.

Diante do exposto, só resta solicitar do poder executivo, na pessoa da prefeita, a senhora Quitéria, juntamente com os demais poderes constituídos, buscar uma solução urgente para o lixão do Pereira, situação repudiada veemente pela população, colocou a fonte da informação.

Mais informações clique no link:

http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/575765-2018-lixoes-e-aterros-controlados-uma-realidade-ainda-gritante-no-brasil

as informações são do Reporter Bahia