Câmara de Vereadores de Capim Grosso debateu saúde, segurança, esporte e cidadania

Câmara de Vereadores de Capim Grosso debateu saúde, segurança, esporte e cidadania

12961730_1583918195269170_5461370621324428770_n

Na sessão da câmara de Vereadores de Capim Grosso, debateram a busca pelas melhorias na Regulação da Saúde do Estado, a chegada da Tocha Olímpica na cidade, apoio da população e realização de Audiência Publica com as policias, entre outros assuntos, na busca de melhorias na qualidade de vida das pessoas.

Palavra do Presidente – Prof Ney informou que as contas do Executivo e do Legislativo já estão disponíveis para a população na Câmara de Vereadores, deixando as pessoas informadas e respaldadas em fazer o julgamento das contas e dos pares da Casa. Comentou que a cidade está na eminência de receber um evento grandioso e histórico, “a passagem da Tocha Olímpica”, apresentando Projeto de Lei que organizará jogos olímpicos escolares. Disse lembrar-se de seus professores, e também de cada aluno que ensinou, elaborando projeto que nomeia as salas de aula por nome de professores que fizeram a contribuição na história do município. Disse que há um empenho da Casa em realizar a audiência pública, pois estiveram presentes com a CAESA, PM e Policia Civil onde discutiram a falta de apoio do judiciário e ausência do Projeto de Câmeras de monitoramento, “longe de culpar a policia, sendo necessária ação efetiva do Governo do Estado, já que delegado Dr. Humberto trouxe números alarmantes, mas informando que a violência vem diminuindo estatisticamente”. Comentou da importância de implantação da Câmera de Segurança, principalmente na Avenida principal. “A população precisa apoiar a policia e fazer com que as denuncias sejam apuradas e os criminosos presos”. Disse encaminhar para a corregedoria um pedido de mutirão no judiciário para quem deve à justiça possam pagar.

Antonio de Braz comentou que Valdomiro conhecido por Mirinho representa a Associação dos Produtores Rurais da comunidade de Jenipapo, sendo essas associações a base das famílias camponesas. Entrou com requerimento para melhoramentos de uma escola onde a tampa de uma fosse esta quebrada e a área de lazer tem necessidade de colocação de areias para a pra tica de futebol e outras interatividades. Sobre a recuperação das estradas disse ter recebido o apoio de todos os vereadores, principalmente na renovação das vias que ligam o Rio do Peixe, sendo agora as melhores estradas vicinais do município. “As cobranças das pessoas são grandes e não querem saber se a maquina quebrou, mas hoje não posso deixar de agradecer o serviço que foi feito”.

Hildete Carvalho disse que as palavras do edil Antonio de Brás a deixa feliz, pois as pessoas estão elogiando o trabalho que está sendo feito nas estradas vicinais e em breve serão entregues outras. Sobre a Regulação da Saúde do estado disse que agora está melhor do que antes, mas que precisa melhorar de maneira urgente. “É triste ver um doente precisar ir para a UTI e não achar uma vaga”, declarou.

Vanderley Araujo pediu uma reforma na rotatória central da cidade. Reclamou que os Bancos não estão repeitando a Lei dos 15 minutos, pois a pessoa chega meio dia e sai de às 16 horas, “muitas vezes não tem dinheiro nos caixas e o povo não aguenta mais tanto sofrimento por parte dessa agencia” (Banco do Brasil). Disse que a cada requerimento votado na Casa tem a preocupação com a população. A respeito da Saúde, disse que Capim Grosso está um pouco mais avançada, mas precisa melhorar, com mais medicamentos na UPA e Postos de Saúde, principalmente para as pessoas da zona rural, “pois precisam ser tratadas com carinho”. Comentou sobre o merecimento do Bairro Planaltino em receber um Posto de Saúde e uma praça ainda em construção, que esta sendo muito bem feita. Fez um pedido para que o Prefeito coloque um veículo na comunidade de Angico para atender aos moradores.

Frank Neto disse que cada Vereador que faz seu papel é motivo de orgulho e sem duvida a comunidade vem recebendo benefícios a partir dos colegas. Informou que todas as estradas vicinais serão entregues ainda em tempo prontas. Disse que é uma realidade quando o Vereador Vanderley diz que a saúde de Capim Grosso está a frente das outras, mas também tem razão em dizer que queremos mais. Informou que há medicamentos gratuitos na Farmácia Popular do Brasil, através da Farmácia Vitória. Também noticiou a apresentação do cantor gospel Cleber Lucas, no dia 9 de maio, nos 31 anos de emancipação política do município. Também disse que a Regulação da Saúde necessita de melhorias. Concluiu que é preciso se posicionar em relação ao judiciário, “a policia prende e o judiciário solta, é necessário reunir com Segurança Pública do Estado”, disse.

Bruno Vitor, Vice Presidente da Câmara, disse ficar feliz por ter recebido a resposta sobre o seu pedido um Programa de inclusão de pessoas com limitações físicas nas academias de saúde. Cobrou urgência no patrolamento da estrada do povoado de Caiçara. Comentou que a região de Mandassaia estaria recebendo atendimento com médico e enfermeiro nesta terça feira (05). Também agradeceu a aprovação da doação de terreno para a Igreja Deus é Amor. Disse saber da competência e respeito do Vereador Frank com toda a população. Disse ter ficado chateado por ter feito pedidos de audiência publicas para que a Embasa, o Tenente, o Delegado, possam vir a tribuna fazer explicações para a comunidade. Pediu ao Presidente da Casa que faça mais rápido possível a audiência, para não ficar a mercês da criminalidade, pois a população está colaborando, mas não está tendo retorno das autoridades. “O gestor da cidade precisa estar aqui pois a população quer perguntar como anda a segurança e no dia da audiência publica a população vai estar presente”, concluiu.

Vivaldo Moreira comentou sobre o encontro de capoeiristas com a participação do Mestre Minotauro, no próximo final de semana. Também falou sobre a quebra da maquina patrol que trouxe com isso transtornos para as comunidades, mas que agora em funcionamento deve ser feito os serviços nas estradas que saem de Capim Grosso, pois estão muito ruins, e maquina tipo pá enchedeira não tem condições de nivelar terrenos.

Samoel Moto Taxi disse ter ouvido atentamente as cobranças dos edis e ainda trouxe um Projeto de Lei para combater um absurdo que a Embasa vem fazendo no município, sendo injusto uma empresa cobrar 23 reais de taxa mínima e 43 reais de uma religação de água. “A Embasa esta passando de todos os limites, falta água e não abate o valor”. Reclamou que o PSF do Planalto está sem médico e sem medicamentos há mais de quinze dias, e que quando cobra é taxado como oposição que mostra só os erros, “a Praça da Igreja que gastou mais de um milhão de reais e ainda teve aditivo, está com a grama morta, cavaram um poço mas deixou a grama morrer, no Planaltino tem uma quadra abandonada”, reclamou. Disse que a Guarda Municipal esta de parabéns a noite, mas com quadras abandonas colocaram guardas para multar nas ruas. Disse ter pedido a fiscalização sobre a seletiva da Saúde, mas fazem da Câmara uma balela, e não deram resposta, e adiantou que a Câmara que tem bancada maior do lado do prefeito perde todo mundo. Pediu para que seja apresentando o matagal que toma conta da cidade e com a deficiência da segurança, onde se ouve que está tudo lindo. Comentou que o Dr. Luciano Pinheiro estava se retirando de Capim Grosso, porque abaixaram o salário de medico e a UPA com um médico só, tendo condições de trabalhar com dois. Disse que o município nas políticas até homicídio era disputado em qual gestão aconteceu mais, inclusive na eleição passada as pessoas receberam um DVD, falando que se o outro lado ganhasse o terror voltaria à cidade.

Fonte/ Facebook da Câmara