Capim Grosso: Autor de estupro e homicídio em Quixabeira é condenado a 20 anos.

julgamento gildeon 01

Aconteceu na tarde da quarta-feira (15), no Fórum Fernando Mario Pires Daltro, o julgamento Gildeon Pinto de Jesus, 38 anos, autor do crime acontecido em 5 de agosto de 2004, onde Samila Maria de Santana, 14 anos,  foi estuprada e morta próximo a uma estrada vicinal que liga os Povoados de Cova do Anjo/Alto do Capim, no Município de Quixabeira.

Segundo consta os registros do processo, a vítima trafegava em uma motocicleta, quando encontrou o criminoso que pediu uma carona, como eram amigos ela manobrou o veículo e atendeu ao pedido, no caminho Gildeon a atacou, arrastando-a até o matagal onde estuprou e estrangulou a jovem.

Gildeon apreendeu fuga após o crime, sendo encontrado quatro dias depois por Policiais Militares, escondido em uma canoa no Rio Jacuípe.

julgamento gildeon 02

O júri popular se iniciou às 14:00hrs e foi finalizado às 20:00hrs, sendo conduzido pelo juiz da Comarca de Capim Grosso, Dr. Abraão Barreto, e o Promotor Dr. Thiego Oliveira de Matos, de Itaberaba. Três testemunhas participaram do júri, sendo pai e primo da vítima, e irmã do acusado.

O pai da vítima, primeira testemunha, relatou o que ocorreu no dia do crime, dando detalhes de como estava o corpo da jovem ao ser encontrado no matagal. O primo, segunda testemunha, deu relatos de como era o comportamento de Gildeon, que era tido como uma pessoa tranquila, segundo ele, ninguém suspeitava do acusado. A terceira testemunha, irmã do acusado, mencionou que na noite do crime encontrou uma camisa do irmão suja de sangue, ressaltando que a vítima e acusado não tinham nenhum tipo de inimizade.

Em sua declaração, o réu negou a acusação de estupro, assumindo apenas o homicídio, não sabendo descrever os motivos que o levaram a praticar o crime. A defesa do acusado foi feita pelo advogado instituído pelo Ministério Público, Dr. Gleisson, segundo consta, a defesa do réu foi rejeitada por três advogados.

julgamento gildeon 03

O acusado foi condenado à 20 anos, 7 meses e 15 dias de pena, subtraindo o período que já cumpriu em regime fechado, lhe restam 12 anos e 10 meses, que serão cumpridos na Colônia Penal de Simões Filho.

Fonte: Fr Notícias

OFERECIMENTO

fusquinhatoslide