Capim Grosso: Câmara aprova Piso Salarial dos Agentes de Endemias

Capim Grosso: Câmara aprova Piso Salarial dos Agentes de Endemias

12794465_1572592413068415_3424560041794692325_n

Mais uma vez a sessão da Câmara contou com presenças importantes para acompanharem os trabalhos da Casa, nesta terça feira (22), além do Pastor Gregório, da Igreja Deus é Amor, comparando que a Câmara é a Casa das Leis e a Bíblia é como estatuto de Jesus Cristo, Contou também com os Agentes de Endemias, que lutam por aprovação do Piso Salarial. Sendo aprovado no final da sessão.

Palavra do Presidente – Prof Ney, abriu a sessão pedindo reflexão nesta Semana Santa, com as pessoas buscando um mundo mais solidário. Explicou também que o feriado de 25 de maio, será apenas no ano de 2016, por conta da data importante da passagem ta tocha dos Jogos Olimpíadas Rio2016. Disse que compreende as questões financeiras do município, mas que o projeto dos agentes de endemias já deveria ter passado pela Câmara, pois a pesar do momento crítico os agentes não pararam de trabalhar, parabenizando a categoria pelo trabalho.

Frank Neto comentou que o projeto que vai melhorar o salário dos Agentes de Endemias será aprovado. Também comentou que aprovará o Projeto que vai ceder o terreno para construção da Igreja Deus é Amor. Anunciou a participação do cantor Kleber Lucas, no show Gospel que comemora o aniversario de 31 de Capim Grosso, dia 9 de maio. Explicou que o pedido para 25 de maio ser feriado municipal, é por conta da passagem da tocha olímpica pela cidade, mas que o feriado só vale para 2016. Disse ter sido aprovado o valor de 250 mil reais, que serão destinados a construção de uma quadra esportiva no Povoado do Peixe, um pedido feito pelo seu mandato a uma emenda parlamentar.

Bruno Vitor, Vice Presidente da Câmara, saudou os Agentes de Endemias e disse ter orgulho de carregar o nome de Bruno da Dengue. Agradeceu ao prefeito por reconhecer a luta dos agentes e que tramita nesta terça feira o piso salarial de 1.014 reais, pois já tem a aprovação da comissão, e pediu que o Projeto fosse colocado em regime especial. Agradeceu ao Presidente do Sinsp, Miguel Novaes, por atenção aos servidores. “Hoje o alicerce de todos é a família e a igreja Deus é Amor trabalha com essas famílias e precisa desse terreno para a construção”, completou. Disse que o carro que faz as rondas da Guarda Municipal não suporta mais os serviços e que é necessária a compra de uma caminhonete adaptada, pois a Guarda hoje traz orgulho e segurança. Parabenizou o edil Frank Neto por trazer uma quadra para o povoado do Peixe, mas que Caiçara também merece, “já foi prometido por Otto Alencar o asfalto que liga Capim Grosso a Caiçara”. Pedindo também a reforma com um projeto novo para a praça do logradouro para que tenha um desenvolvimento melhor. Finalizou pedindo melhoramentos nas estradas vicinais, além do que já está sendo feito.

Vado Verdes Mares comentou sobre a falta de abastecimento de água no Novo Oeste mas que já esta voltando ao normal. Falou também que as doações de terrenos para as entidades que não tem condições de comprar são importantes e na hora certa eles fazem suas construções. Disse também ter feito uma doação de um terreno para a construção de um curral para os agricultores de toda a região, que custará cerca de 200 mil reais e espera que o Governo comece logo essa construção.

Arivelton Mota garantiu que o requerimento do pedido da doação do terreno para a Igreja Deus é Amor será aprovado. Sobre as estradas vicinais, disse estar sempre cobrando ao prefeito e aos secretários, mesmo sabendo que algumas regiões a patrol já passou, porém na região da Mata do Estado necessita. Ainda sobre o local, pediu a troca de lâmpadas, também para a outras regiões do município. Comentou que o que fala e cobra é a quadra do povoado de Caiçara, pois a juventude precisa de lazer e praticar esporte e quase todos os povoados tem, e Caiçara não pode ser diferente, pois tem um requerimento de sua autoria desde 2013, tendo uma resposta do Prefeito de que essa quadra logo será construída, pois já existe o local destinado. Pediu a retirada do tonel de lixo na comunidade de Água Nova, com a justificativa que não esta tendo a utilidade e o local está feio.

Manoel Fernandes defendeu que o momento é de dificuldade, mas entende que as coisas vêm acontecendo, apesar de que muitas pessoas só reconhecem quando são feitas diretamente para elas. “Todos que passaram deram sua contribuição para o desenvolvimento da cidade e o prefeito fez uma política publica, para quando uma pessoa precisar de um atendimento não ir até o vereador e sim a secretaria”. Disse que Frank Neto é um jovem promissor e de conhecimento, conseguindo verbas parlamentares, “então são pessoas dessa qualidade que precisamos nessa Casa”, elogiou. Falou ainda que a Guarda Municipal vai receber um carro novo e é de merecimento.

Samoel Moto Taxi repudiou a empresa Embasa por ter deixado parte da cidade sem água, por duas semanas, precisando de uma justificativa mais eficiente e sendo necessário informar aos meios de comunicação para que as pessoas possam se preparar. “Quero ver se na minha conta não vai ter o desconto de duas semanas e isso eu vou cobrar”, adiantou. Reclamou novamente que o CAPs se encontra em abandono, com problemas há meses, faltando os remédios, nortaipilina, paroxetina, neozina, sertralina, aprazolan, clonazepan, fluoxitena, entre outros, explicando que o não uso dos medicamentos os pacientes podem trazer inúmeros problemas, ou cometerem suicídio, “mas os comerciais nas rádios dizem estar tudo ok e na realidade não está”, rebateu. Informou que um paciente chegou ao local com uma faca na mão, e o diretor foi obrigado a se arriscar e tomar. Relatou outra vez que muitos objetos cortantes estão no pátio do local. Sobre a chegada da quadra esportiva para o povoado do Peixe, parabenizou e enfatizou que “não podemos apenas pensar em realizar novas quadras, e o maior bairro é o Planaltino e a quadra está abandonada desde o início da gestão”. “Será que o município não tem condições de reformar essa quadra? ”, perguntou. Sobre o requerimento que pede copias dos títulos da seletiva de saúde, justificou que servirá pata ter acesso e fiscalizar como se procedeu. Lembrou que não recebeu a resposta sobre a cooperativa que é alvo de denúncias em outras cidades e presta serviço a saúde, “e se não tiver resposta é porque tem outros interesses por trás, administram a saúde em 32 cidades da Bahia e todas são alvos de denuncias. “Isso é um absurdo”, concluiu.

Fonte/ Facebook da câmara