Capim Grosso: Prefeita Lydia concede reajuste salarial aos servidores municipais

Capim Grosso: Prefeita Lydia concede reajuste salarial aos servidores municipais

PREFEITA LYDIA

Em uma coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira, 03, na Prefeitura Municipal, a prefeita de Capim Grosso Lydia Fontoura Pinheiro falou sobre a situação e os planos para a saúde, educação e infraestrutura do município, entre outros assuntos.

Em relação ao Plano de Cargo de Salário a prefeita disse que houve um reajuste de 19,99% nos salários dos funcionários públicos. Disse ainda que o quadro de servidores públicos de Capim Grosso é alto, pois ocorre contratação ou nomeação de pessoal para funções específicas, mesmo ocorrendo a capacitação de gente da casa.

 

Em relação à iluminação pública da zona rural, Lydia Fontoura disse que só está aguardando a licitação para fazer a reposição das lâmpadas. A mesma falou que deixará um fiscal no açude do bairro Água Nova, pois pessoas têm utilizado a água de forma comprometedora em um momento de seca que estamos passando.

Falou sobre o Clube AACC, onde será feita uma reunião com todos os associados do clube para que seja feito um acordo e que a prefeitura revitalize o mesmo, tornando-o em um Centro Cultural.

Falou que já existem planos para aumentar as diárias, tanto de motoristas, quanto de técnicos em enfermagem.

Disse que a falta de medicamentos que ocorre em postos de saúdes é porque o abastecimento de remédios é algo tripartido, envolve o município, estado e federação, não depende só de Capim Grosso, mas que, felizmente, no último dia 13  chegaram os medicamento e que fará de tudo para que os postos estejam sempre abastecidos.

ED CARLOS

O secretário de educação o professor  Ed Carlos falou que o atraso na obra do colégio Modelo é decorrente da falta de recursos do Estado, pois mesmo com a obra adiantada não tinha recebido a verba, mas agora o dinheiro já foi repassado à construtora e a obra reiniciará. O mesmo ainda disse que algumas obras como a Creche do Peixe, a Quadra do Novo Oeste e as Casas Populares estão paradas devidos a problemas com as empresas responsáveis. Algumas possuem problemas com a certidão e não pode ser feito o pagamento, e outras não tem condição de continuar devido a dívidas que o Estado possui com as mesmas. Ed Carlos ainda disse da demanda de alunos que aumentou no município, fazendo com que algumas medidas sejam tomadas, como por exemplo a construção de duas salas de 48m² no colégio Otaviano Ferreira, bairro Oliveira.

Lydia falou sobre a Guarda Municipal, onde a mesma está proibida de fazer papel que não é dela. A partir de agora a mesma fará apenas o que lhe é designado: proteger o patrimônio público.

A prefeita falou sobre o calçamento do bairro Planaltino, que ocorrerá devido a uma emenda de 1 milhão de reais do senador Otto Alencar. Em relação ao estado Franciscão, disse que a emenda atual, que é do deputado Valter Pinheiro, não é suficiente para terminar a obra, mas que a prefeitura está correndo atrás de outros deputados para que obra seja concluída.

As informações são do FR Noticias