Padre Xavier explica que licuri tem hormônio da felicidade e ajuda no controle do colesterol

Em entrevista ao repórter Pinguim Lima o Padre Xavier, intitulado como padrinho das Rádios comunitárias, Contorno FM, Jacuipe FM e Quixabeira FM.

Padre Xavier disse que o dia 19 de cada mês lembra-se de São José, o patrono do mundo, que cuidou da família humana e de Jesus de Nazaré. Tudo o que se fala sobre as pessoas e o momento em que se vive deve ser colocado dentro de um contexto, humano, o cuidar da natureza, da casa e do povo é uma questão de sobrevivência, como uma mãe faz em uma casa, e tudo depende de uma organização.

Segundo Padre Xavier, cuidar hoje é lembrar de sobrevivência e da realidade do que se vive, da terra, da agricultura e a redondeza. “O elemento que sustentou as comunidades foram as plantas e os animais”, pontuou.

Informou que há um mês atrás Coopes recebeu uma equipe de cientistas vindo do Ministério de Ciências e Tecnologias para conhecerem melhor o licuri, que sustenta famílias por gerações do passado. Os cientistas informaram que estão descobrindo que na Bahia planta do licuri é muito importante, o óleo tem o serotonina, triptofano, o hormônio da felicidade, um aminoácido essencial que traz o bem estar para o corpo humano, além do ácido láurico, que ajuda no controle do colesterol.

“Até hoje essa planta é valorizada, porém essas pessoas que cuidam estão envelhecendo e a Coopes é a única cooperativa do Nordeste que tem como meta o licuiri, como o forte da cooperativa desde quando ela começou”, comentou.

“A engenheira enviada pelo Governo da Itália disse que o licuri que ajuda muitas licurizeiras e famílias que sobrevivem, faz o óleo que deve ser conservado e fortificado”, disse.

“O lícuri é característico da Bahia, e nós baianos tratamos dessa planta, o apreciamos porque alimenta, e agora ele alimenta a saúde, sendo explorado por causa do colesterol. E agora o governo pede para cuidar da planta, tudo sai daqui, a matéria prima e vai para o mundo, temos que pensar no mundo, mas temos que refletir que ser patrono do mundo é ter cuidado com a natureza e pra nós a planta que características a natureza, é o licurí”, explicou

Alertou aos políticos para as necessidades desses cuidados, pois isso é tratar da sobrevivência.

“As Rádios comunitárias tem uma missão importante, não esqueçam de colocar a mão na ferida, a fome, precisamos rever a sobrevivência, a fome que está aí e a pandemia se desvendou grandes lacunas, que os políticos nãos sejam pessoas egoístas, e cuidar das grandes coisas, serão cuidar da natureza”, finalizou.

Rádio Contorno FM

Compartilhe! Aqui a informação tem credibilidade!

Créditos desta matéria -https://www.contornofm.net/